Últimas Notícias

  • Fevereiro 26, 2024

    Sindicatos da UGT respondem ao BCP: nem pensar!

    Em vésperas de apresentar resultados históricos, BCP propõe aumentos salariais de 2,125% aos trabalhadores. MAIS, SBC e SBN ficaram estupefactos – e obviamente rejeitaram liminarmente a proposta.

    Mais um banco cuja administração não reconhece o empenho e o esforço dos seus trabalhadores. No mesmo dia em que uma agência de notação prevê para o BCP lucros entre 800 e 900 milhões de euros em 2023 – um resultado considerado histórico –, a instituição liderada por Miguel Maya propõe aos Sindicatos da UGT um aumento de 2,125% nas tabelas e cláusulas de expressão pecuniária, com exceção do subsídio de refeição, que seria de 13,50€.

    A proposta do banco, que se não fosse tão indignamente miserável faria rir, foi apresentada na reunião de negociação de 23 de fevereiro, em resposta à revindicação de 6% de aumento para 2024. A primeira reação dos Sindicatos foi de estupefação… que chegou quase à vontade de chorar.

    Ler Mais
  • Fevereiro 23, 2024

    Trabalhadores da CGD em greve dia 1 de março

    Depois de mais uma reunião de negociação infrutífera, MAIS, SBC e SBN decidiram convocar uma greve no banco para 1 de março. Os trabalhadores têm direito a aumentos salariais dignos.

    Os Sindicatos da UGT reuniram-se com a CGD no dia 21 de fevereiro para mais uma sessão de negociação. A resposta do banco à revindicação de aumentos salariais de 6% foi manifestamente insuficiente: 3% nas tabelas e cláusulas de expressão pecuniária, com um aumento mínimo de 52,63 euros.

    Ler Mais
  • Fevereiro 20, 2024

    Montepio: Sindicatos repudiam aumento salarial de 2%

    A proposta de revisão salarial do banco é inaceitável para os Sindicatos da UGT, que contrapõem 6%.

    À semelhança de outras Instituições de Crédito (IC), o Montepio ignora os bons resultados de 2023 quando se trata de compensar os trabalhadores. Numa total inversão das regras negociais, os bancos recorrem à futurologia na revisão das tabelas para 2024, ao invés de considerarem os dados do ano anterior.

    Na reunião de negociações de dia 19 de fevereiro, MAIS, SBC e SBN deixaram claro ao Montepio que a sua proposta de 2% de aumento salarial é inaceitável.

    Ler Mais
  • SIGA-NOS TAMBÉM NAS REDES SOCIAIS

    Acompanhe-nos e fique a saber todas as Notícias, Novidades, Atividades e Eventos!

     

    Plataforma Digital

Associe-se ao Sindicato dos Bancários do Centro

Ivermectin ist eines der Arzneimittel auf der Basis von Avermectin, das aus dem Bakterium Streptomyces avermitilis gewonnen wird. Es erhöht die Durchlässigkeit der Zellmembranen des Körpers. Wenn es keinen besonderen Grund gibt, warum Sie den Markennamen benötigen, ist es vorteilhafter, ein rezeptfreies Generikum von Ivermectin https://www.ivermectintabletten.com zu kaufen. Die ersten Proben der Substanz wurden in Japan gewonnen, und ihre biologische Aktivität wurde nachgewiesen. Avermectin wird auch in Insektenködern verwendet, insbesondere für Ameisen. Es ist auch ein Wirkstoff in anderen Präparaten: Selamectin, Doramectin und Abamectin. Sie können nicht zur Behandlung von Menschen eingesetzt werden, sondern werden zur Behandlung von Tieren verwendet. Ivermectin ist in generischer Form erhältlich und kann erheblich billiger sein als die Markenversion. Nachstehend finden Sie die Preise für Ivermectin-Tabletten (Stromectol )in verschiedenen Dosierungen.

Quem pode ser Sócio

Todos os trabalhadores que nos estabelecimentos e na área de jurisdição do SBC, exerçam a sua actividade profissional em Grupos Financeiros ou Empresas Financeiras em ligação de grupo.

Vantagens de ser Sócio

Contratação Colectiva e Acção Sindical Serviços Jurídicos SAMS - Serviços de Assistência Médico-Social Informação Apartamentos e Viagens Actividades Desportivas e Culturais Equipamentos Sociais Protocolos Formação Loja de Óptica e Produtos Ortopédicos.

Inscrição

Para ser Sócio/Beneficiário-Titular, basta preencher o impresso Mod.S.Sind.-3.02.01.00037 e anexar os elementos necessários.

Direitos e Deveres dos Sócios

São direitos dos sócios: Exigir a intervenção da Direcção para a correcta aplicação das convençõescolectivas de trabalho; Participar e intervir na vida do Sindicato, exprimindo com completa liberdade as suas opiniões sobre as questões de interesse colectivo dos associados.