Pesquisar

Validating credentials, please wait...
  • TELEFONE GERAL 239 854 880

  • FAX GERAL 239 854 889

Home

Conferências SBC – Assédio no Local de Trabalho

Conferências SBC – Assédio no Local de Trabalho

Conferências SBC – Assédio no Local de Trabalho

O Sindicato dos Bancários do Centro, maior sindicato da região centro, promoveu, no passado dia 5 de Outubro, no Hotel Urgeiriça, em Canas de Senhorim, uma conferência subordinada ao tema “Assédio no local de trabalho”.

Enquadrada no III Encontro de Jovens Bancários, que o Sindicato organizou nos dias 5 e 6 de Outubro no mesmo local, a conferência, aberta ao público em geral, teve como oradores convidados:

• Messias Carvalho (Dr. ), advogado, especialista em direito do trabalho; sócio fundador da MCSC & Associados, Sociedade de Advogados, docente, como assistente convidado, na área de direito do trabalho na Escola de Direito da Universidade Católica Portuguesa (Porto),
• Maria da Luz Cachapa (Dra. ), hipnoterapeuta e psicoterapeuta da área cognitiva e comportamental, docente e orientadora de estágios na Escola Superior de Educação Jean Piaget,
• Fernando Farreca, representante dos trabalhadores em segurança e saúde no trabalho no banco Montepio Geral,

moderados pela jornalista da RTP Patrícia Lucas, reconhecida pelos seus trabalhos de jornalismo de investigação no programa 30 Minutos, coordenado pela jornalista Judite de Sousa e no programa Linha da Frente, que, contando com uma vasta experiência na área em debate, nos desafiaram com uma reflexão ponderada e responsável sobre um tema que está na ordem do dia e que, num mundo cada vez mais competitivo, se tem vindo a assistir com maior premência nas organizações, procurando, assim, despertar a consciência das causas e consequências do assédio e como os trabalhadores, nomeadamente os bancários, se podem defender em ambiente laboral.

Assim, enquanto Fernando Farreca apresenta uma panorâmica do sector bancário, em que identifica a falta de união como principal trigger para o assédio, afirmando que o individualismo mata hoje o trabalhador bancário, uma vez que a banca incentiva o “eu” em detrimento do “nós”, muito por culpa, refere, dos próprios trabalhadores bancários, que deixaram o tema evoluir até este ponto, Maria da Luz Cachapa, por seu turno, apresentou-nos o assédio, nas suas várias dimensões e as suas consequências na vida pessoal e familiar, ajudando-nos a identificar as características dos vários tipos de agressor. Já Messias de Carvalho aborda o tema numa perspetiva jurídica, destacando a importância do papel dos Delegados Sindicais, pelo testemunho que podem trazer e pela voz que podem ter e, também, da recolha de provas, seja documentais, testemunhas, etc.

Convidada a encerrar a conferência Helena Carvalheiro, presidente do SBC, refere haver legislação nesta matéria que obriga à existência de um código de conduta nas instituições, mas muita discrepância entre os casos que se verificam e os que chegam a ser julgados, lembrando que cerca de 16,5% da população activa em Portugal é afectada pelo assédio no local de trabalho. Apesar de reconhecer que o setor bancário não vive dias fáceis nesta matéria, tem a percepção que os trabalhadores bancários estarão mais atentos e despertos, o que pode fazer com que, a prazo, este cenário mude.

Sindicato dos Bancários do Centro
O sindicato mais próximo dos bancários!

Assista AQUI à conferência em vídeo!

 

Related Posts